O que é o BIOS e qual é sua função em um computador?

interface do BIOS

Os computadores passaram por um processo de evolução que os levou a serem cada vez mais acessíveis e compreensíveis aos usuários. No entanto, há aspectos que parecem ficar nas mãos dos especialistas da área, devido ao seu grau de complexidade. Embora isso seja verdade em qualquer campo, Na computação é possível falar em termos mais simples para entender muitas coisas. Por isso, hoje queremos fazê-lo para explicar o que é o BIOS de um computador e para que serve.

Se você pesquisou como instalar um sistema operacional ou processos mais complexos como Overclocking, pode ter se deparado com o conceito de BIOS. Nesse sentido, embora pareça um tema um tanto complicado, vamos contar tudo sobre ele, da forma mais simples.

O que é Bios?

BIOS é a sigla para Basic Input/Outpout System, ou seja, Sistema Básico de Entrada e Saída. É um chip incorporado à placa-mãe que contém um firmware responsável por executar uma série de processos que visam gerenciar a inicialização do computador, ativar serviços como monitoramento de temperatura do processador, verificação de hardware conectado e muito mais. 

Dessa forma, é uma combinação de hardware e software com o objetivo de validar se o computador atende aos padrões mínimos para ceder o controle ao sistema operacional. É por isso que desconectar a RAM, por exemplo, fará com que o computador falhe na verificação do BIOS.

histórico do BIOS

O termo BIOS foi cunhado em 1975 com a chegada do sistema operacional CP/M pelo cientista da computação Gary Kidall.. Kidall definiu como BIOS a seção de seu sistema que se encarregava de iniciar o equipamento e que interagia com o hardware, validando que tudo está correto.

Os sistemas operacionais posteriores também tinham um módulo para esses fins. Porém, aos poucos começou a ficar nas mãos do chip que incorporava a placa-mãe. Desta forma, o BIOS tornou-se a primeira barreira de segurança para iniciar um computador, impedindo sua ativação se um componente principal estiver ausente.

Quais são as funções do BIOS?

Tendo claro o que é o BIOS e como ele passou a fazer parte dos computadores pessoais, vale a pena conhecer suas funções. Nesse sentido, Podemos dizer que as tarefas deste elemento podem ser divididas em 3 grandes grupos: gerenciamento de inicialização, verificação de hardware e ativação de serviço.

A seguir, explicaremos do que se trata cada um desses aspectos e como eles são gerenciados pelo BIOS.

gerenciamento de inicialização

O gerenciamento de inicialização é baseado no fornecimento de tudo o que é necessário para ceder o controle do computador a um sistema operacional.. Nesse sentido, existem diversas formas de se conseguir isso: discos rígidos, CDs, memórias USB e até a rede. Nesse caso, a BIOS se encarrega de automatizar essa decisão com base em uma configuração anterior, onde definimos a ordem de prioridade dessas fontes de boot.

verificação de hardware

A verificação de hardware é outra área em que as funções do BIOS se movem. É um mecanismo cujo objetivo é validar que todo o hardware do qual o computador depende para funcionar está corretamente conectado e funcionando. Temos um exemplo claro disso na notificação de computadores antigos quando ligados e sem teclado conectado.

Desta forma, se a memória RAM estiver faltando ou falhando ou na ausência de um disco rígido, o BIOS lançará um alerta ao final da verificação. Além disso, em muitos desses casos, não permitirá que o sistema operacional seja iniciado.

ativação de serviços

Diferentes marcas de placas-mãe possuem uma variedade de opções que complementam a administração e gerenciamento de componentes. Nesse sentido, podemos encontrar placas com opções de gerenciamento de energia, monitoramento de temperatura e velocidade e muito mais. Tudo isso é ativado diretamente do BIOS, quando o computador inicializa.

Desta forma, o BIOS também se encarrega de executar todos os utilitários complementares que a placa-mãe e o firmware integram.

Administração e gestão

Embora não tenhamos mencionado antes, devemos destacar a faceta de administração e gerenciamento oferecida pelo BIOS. Ao acessá-lo, temos a possibilidade de trabalhar com suas funções de gerenciamento, como Overclocking.. Da mesma forma, você pode configurar a ordem de inicialização para definir que sempre comece pelas portas USB, se precisar.

Esta vertente do Sistema Básico de Entradas e Saídas é muito relevante porque lhe permitirá aceder a controlos e informação avançada sobre o sistema. Para entrar, você terá que acessar a página do fabricante para conhecer as teclas ou combinação de teclas que levam à sua interface.


Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.